quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

São Martinho

Aqui ficam as atividades que realizamos no São Martinho.


video




video

Visita de Estudo a Guimarães


 Vejam como foi a nossa visita...



quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Textos sobre "O anel Mágico"


Os feiticeiros

Um dia em Monte Alegre era Natal. Mas não tinha caído neve e estava um dia de sol. Eu era uma menina de 18 anos, tinha os olhos castanhos e usava tranças.
Já era dia de Natal, tinham-me dado um avião. Fui experimentar o avião. Um feiticeiro que tinha os olhos azuis, barba branca e que gosta de se vestir com um vestido azul e com estrelas amarelas e chamava-se Fernando e era enorme. Queria tirar uma varinha mágica mas, tinha três cofres e um tinha dinheiro, outro tinha livros de magia e por fim o com as varinhas.
Ele pensava que eu conseguiria encontrar o cofre porque ele não sabia nada. Eu ia mas, entretanto apareceu um feiticeiro que tinha os olhos castanhos, com vestido branco e tinha uma flor ao meio que era cor-de-rosa e chamava-se Palmira e era pequena. Mas antes de ela aparecer ele deu-me um anel mágico para me proteger. Antes de ir, ela disse-me o cofre e a varinha para eu trazer. Mas, lá havia duas varinhas, uma preta e a cor-de-rosa. Eu trouxe a cor-de-rosa porque era a boa. Pois ela tinha dito que a preta era malvada, foi por isso que eu dei a cor-de-rosa. Se eu trouxesse a preta ele acabava com o mundo.

Juliana
4.º ano


O anel mágico

Era uma vez uma menina chamada Beatriz e um menino chamado Fernando. A Beatriz é alta, magra, morena e meiga. E o Fernando é alto, magro, malandro e vaidoso. Um dia de manhã de sol, a Beatriz e o Fernando foram a um castelo que já conheciam no meio da floresta. E lá vivia no castelo um feiticeiro alto, magro, rico e mau. Mas a Beatriz e o Fernando sabiam que lá morava um feiticeiro. Quando lá chegaram e bateram à porta. Mas o feiticeiro sabia que eles estavam a chegar. Porque o feiticeiro tinha uma bola de cristal. O feiticeiro abriu a porta aos meninos. Quando eles entraram no castelo eles tiveram medo. Depois vieram para o jardim, tomaram chá. Depois o feiticeiro levou-os a uma gruta que tinha lá um anel mágico. O feiticeiro pediu-lhes para encontrarem o anel. O Fernando de repente viu uma coisa a bilhar, e dirigiu-se até lá. O Fernando mostrou ao feiticeiro o anel. Mas o feiticeiro quis ficar com o anel. O feiticeiro ficou chateado e propôs-lhe uma aposta. E a aposta era fazer uma luta. Começaram a lutar e a Beatriz ficou a contar os pontos. O Fernando ficou com mais pontos. O feiticeiro perdeu. O anel mágico ficou para o Fernando. Os dois ficaram com os poderes do anel.
Sempre que uma pessoa precisar de alguma coisa ele ia ajudar. E assim viveram felizes para sempre.

Esmeralda
4.º ano



O anel mágico

Era uma vez uma menina de 18 anos e que tinha um coração puro. Chamava-se Juliana, andava sempre nas ruas a ajudar as pessoas. Um dia um senhor bom com uma barba comprida encaracolada na ponta, com orelhas grandes, tinha uma missão, encontrar uma pessoa com um coração puro para lhe entregar um anel com poderes extraordinários.
O senhor era pequeno e era do outro mundo mas com os poderes do anel conseguiu encontrar alguém, a Juliana. Desceu à terra e levo-a para o seu planeta e disse:
- Este anel tem poderes, Vou dar-to e ensinar-te a usá-lo.
A Juliana assustada perguntou:
- Quem és tu? E porque é que me estás a dar o anel?
- Porque és boa pessoa e eu sou um feiticeiro.
O feiticeiro levou-a até à floresta encantada e disse-lhe para ela pegar no anel. Pegou e ele começou a ensinar-lhe a usar o anel. Ela começou a aprender a usá-lo e a ver os poderes maravilhosos que tinha. Começou a ficar muito poderosa, conseguia mover e levantar as coisas com a mente e outros poderes espantosos.
Passaram alguns anos, e umas criaturas de outro mundo, malvadas, souberam do anel e foram à procura da Juliana. Encontraram-na na terra e levaram-na. O feiticeiro conseguiu descobrir e foi atrás dela.
Na nave deles um viu o feiticeiro entrar e matou-o. A Juliana quando soube ficou muito zangada e derrotou-os com o poder do anel. Foi atrás do feiticeiro e graças ao anel conseguiu acordá-lo. Depois voltaram ao planeta do feiticeiro. Ele disse que ela era agora uma guardiã do anel e sempre que alguém estivesse em perigo ela salvá-lo-ia com os poderes do anel.
Ela regressou a casa e viveu feliz para sempre.       

Marília 4.º A


terça-feira, 18 de setembro de 2012

Novo Ano 2012/2013

Meus amigos e amigas, estamos novamente cá para mostrar o nosso trabalho :)

Será o último ano do 1.º ciclo e que no final devemos fazer um exame!!! Mas iremos estar preparados :)

Até à próxima.

Beijinhos dos quinze, melhor dizendo, dos 16 Magos. Pois este ano temos dois alunos novos, o Moisés e a Catarina (veio de Espanha); e a Joana emigrou para a França com a mãe.

Novidades... temos mais um!!! Pois é, veio mais um aluno, o Jerónimo. Sejas bem vindo.

terça-feira, 29 de maio de 2012

O nosso metro quadrado (m2)

Olá mais uma vez :)


Desta vimos mostrar-vos  a construção do metro quadrado.

Tivemos que elaborar 100!!!! dm2 (decímetros quadrados), juntá-los todos para poder montar o m2.

Vejam...


terça-feira, 20 de março de 2012

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Viagens ao espaço

A viagem da Beatriz ao espaço

Era uma vez uma menina chamada Beatriz e ela desejou ir ao espaço. Como a mãe dela era cientista ela disse-lhe eu queria ir ao espaço.

A mãe falou aos amigos cientistas sobre o desejo da sua filha.
Então decidiram construir um foguetão.

Quando ficou pronto, foram até à lua. Viram estrelas, cometas e outros planetas.

A Beatriz estava espantada com tanta beleza tudo aquilo parecia um sonho… Até que a mãe lhe disse que era tarde e que teriam de regressar à terra. Mas a Beatriz não queria voltar tão cedo. A mãe insistiu e prometeu-lhe que voltariam.

Então regressaram à terra muito felizes com a expetativa de voltar.

Mas a Beatriz ficou a pensar que ainda gostaria de ter visto um extraterrestre…    



Beatriz Campos



Uma aventura no espaço

Fui à lua de foguetão vi muitas estrelas. Quando cheguei à lua vi extraterrestres, assustei-me mas vi que eles eram muito bons e ficamos amigos.

Brincamos um bocado e depois regressei ao foguetão e regressei à terra e estacionei o foguetão na estação de foguetões.

Contei tudo à minha amiga e depois fui a correr para casa para comer e depois deitar-me.

De manhã tomei o pequeno-almoço e fui para a casa da minha amiga brincar a seguir fui à estação de foguetões e entrei no meu foguetão, vesti o meu fato de astronauta. Liguei o foguetão e fui visitar os meus amigos extraterrestres à lua. A seguir fui a Marte e vi mais extraterrestres que tinham olhos pretos, corpos verdes e grandes. Ficámos muito amigos e criámos uma irmandade.

Que pena, afinal era só um sonho.             


Marília

Herbário

Na nossa matéria sobre as plantas aprendemos a fazer herbários.

Duas Magas fizeram dois em forma de quadro.


 Daniela Gonçalves


Ana Margarida.




Gostam?

Deixem os vossos comentários...

Numa hora de conto

Na biblioteca ouvimos contar a história elaborada pela comunidade educativa do pré escolar.

Hora vejam:




Gostámos muito da história.